Terra Nova

Categoria 0 Comentários 14 Fevereiro, 2018

Classificação F.C.I.

Grupo 2 – Pinscher e Schnauzer – Raças Molossóides – Cães Montanheses Suíços e Boiadeiros

Seção 2.2 – Raças Molossóides – Tipo Montanhês. Sem prova de trabalho

País de Origem: Canadá

Nome da Raça em seu país de origem: Newfoundland

História da Raça

A raça é originária da Ilha Terra Nova, “Newfoundland”, localizada no Canadá, motivo pelo qual muitos chamam esses grandalhões amorosamente de “Newfie”.

O Newfie é descendente de cães indígenas e do grande cão urso preto, introduzido pelos Vikings na região depois do ano 1100.

Com a chegada de pescadores europeus ao local, os mesmos trouxeram consigo uma variedade de novas raças, as quais ajudaram a reformar e revigorar o Terra Nova, mas as características essenciais que ele possuía permaneceram.

Quando a colonização da Ilha começou em 1610, o Terra Nova já possuía bem definidos o seu tipo físico e o seu temperamento.

Esses grandes cães com musculatura desenvolvida e pelo bastante denso, eram utilizados pelos habitantes da localidade no resgate de pessoas que caíam nas águas geladas e também no socorro de náufragos, trazendo-os com segurança para a terrar ou praia.

Outra função bastante desenvolvida pelos Newfies era ajudar os seus proprietários a arrastar as pesadas redes de pesca para fora do mar.

A raça foi oficialmente reconhecida pelo American Kennel Club em 1886, o que atesta a sua origem bastante antiga.

Aptidão / Temperamento

Terra Nova

O Terra Nova, embora seja um cão de trabalho nato, utilizado no resgate de pessoas e na retirada de pesadas redes, atualmente desempenha, na maioria dos lares, a função de cão de companhia.

Tal função é desempenhada com maestria pelo Newfie, eis que a raça é considerada uma das mais dóceis do mundo! Portanto, embora o seu porte assuste as pessoas no início, logo elas são conquistadas pela gentileza e docilidade deste gigante, que adora estar no meio das pessoas.

Entretanto, embora tenha se transformado em um cão de companhia, as suas qualidades originais permanecem inalteradas, sendo que o Terra Nova pode desempenhar diversas funções, como cão de terapia, onde o animal é levado para visitar pessoas doentes, por exemplo.

Em algumas localidades, além de sua terra natal, como Itália e Inglaterra, esses cães são utilizados para a função de resgate de banhistas, sendo que a sua força física, a pelagem dupla com subpelo impermeável e as patas com membranas entre os dedos, os tornam praticamente imbatíveis nesta função.

Expectativa de Vida: De 8 a 10 anos.

Cuidados Específicos / Doenças  mais Comuns

Terra Nova

O Terra Nova é um cão grande e que precisa se exercitar diariamente, para gastar a energia do animal, controlar o seu peso e deixá-lo calmo e controlado. Qualquer cão que não realiza atividades rotineiramente pode se tornar um animal frustrado e descontar a sua energia em objetos e coisas, se tornando um cão destrutivo e problemático dentro do lar.

Por serem cães muito inteligentes (ocupam atualmente 34º lugar no ranking do livro “A Inteligência dos Cães”, de Stanley Coren), aprendem com facilidade e devem receber adestramento básico de obediência a partir dos 2 meses de idade, especialmente para que saibam se comportar bem com o seu tamanho agigantado.

Infelizmente o Newfie acaba sendo um cão para poucas pessoas, eis que o próprio tamanho impede que o mesmo seja criado em ambientes pequenos (que é o local onde a maioria das pessoas vive), necessitando de lugares com grandes espaços, como casas com quintais avantajados.

Seu tamanho se reflete igualmente no custo de manutenção, pois um cão adulto come, em média de 700 g a 1,2 kg de ração por dia!

E como existem poucos criadores no Brasil, o seu preço de aquisição também costuma ser mais alto do que a média das demais raças. Portanto, são fatores que pesam na hora de adquirir um filhote e que devem ser muito bem calculados.

Outra característica que não agrada a todos é o fato de que cães muito grandes com lábios pendentes, como o Terra Nova e o Mastim Napolitano, por exemplo, costumam babar um pouco após realizar exercícios físicos ou em dias muito quentes. Alguns proprietários até colocam uma espécie de babador em seus cães.

A raça costuma ter perda abundante de pelo, motivo pelo qual a escovação deve ser feita de duas a três vezes por semana, para que a pelagem fiquei sedosa e se previnam a formação de nós. Banhos devem ser ministrados somente quando necessário e no máximo uma vez por mês, para que a oleosidade natural da pele não seja retirada.

Assim como qualquer cão, o Terra Nova deve ter suas unhas cortadas regularmente (caso o cão viva em ambiente que não permita o “desgaste” natural das mesmas), limpeza de ouvidos, para evitar acúmulo excessivo de cera, e escovação regular dos dentes, com produtos apropriados para cães.

Como cães de grande porte, a raça está sujeita a desenvolver displasia de ombros e quadril, ter problemas de coração e Cistinúria.

Características Físicas

De acordo com a CBKC, o Terra Nova é um cão de tamanho grande, possuindo as seguintes principais características:

Terra Nova

  • Tamanho: A altura na cernelha equivale a 71 cm para cães machos e é de 66 cm para as fêmeas.
  • Peso: Machos: 68 kg. Fêmeas: 54 kg.
  • Crânio: Largo, com um ligeiro arqueamento e um occipital fortemente desenvolvido.
  • Trufa: Grande, bem pigmentada, narinas bem desenvolvidas. Cor: preta em cães pretos e brancos e pretos; marrom em cães marrons.
  • Mordedura: Em tesoura ou torquês
  • Olhos: Relativamente pequenos, moderadamente profundos; são bem separados e não mostram a terceira pálpebra. Cor: marrom escuro em cães pretos e brancos e pretos; um tom mais claro é permitido em cães marrons.
  • Orelhas: Relativamente pequenas, triangulares, com as pontas arredondadas, inseridas bem para trás, ao lado da cabeça e bem aderentes. Quando a orelha do cão adulto é colocada para a frente, ela alcança o canto do olho do mesmo lado.
  • Cauda: A cauda age como um leme quando o Terra Nova está nadando; por isto ela é larga e forte na raiz. Quando o cão está de pé, a cauda cai, com possibilidade de uma pequena curva na ponta; alcançando ou um pouco abaixo do jarrete. Quando o cão está em movimento ou excitado, a cauda é portada reta com uma ligeira curva para cima, mas nunca curvada sobre o dorso ou entre as pernas.
  • Pelo: Tem uma pelagem dupla, resistente à água. A pelagem de cobertura é moderadamente longa e reta, sem ser encaracolada. Uma ligeira ondulação é permitida. O subpelo é macio e denso, mais denso no inverno do que no verão, mas sempre encontrado em uma certa extensão na garupa e no peito. O pelo na cabeça, focinho e orelhas é curto e fino. As pernas dianteiras e traseiras são franjadas. A cauda é completamente coberta por pelos longos densos, mas sem formar uma bandeira. Trimming não é desejado.
  • Cor: Preto, branco e preto e marrom.
  • Preto: A cor tradicional é o preto. A cor deve ser a mais uniforme possível, mas um ligeiro tom de queimado de sol é permitido. Manchas brancas no peito, dedos e/ou na ponta da cauda são permitidas.
  • Branco e preto: Esta variedade é de importância histórica para a raça. A marcação preferida é uma cabeça preta, de preferência com uma faixa branca que vai do focinho ao crânio passando entre os olhos, uma sela preta com manchas iguais e uma garupa preta, além de preto no começo da cauda. O restante da pelagem é branca e pode ter um mínimo de pequenas manchas pretas.
  • Marrom: A cor marrom vai do chocolate ao bronze. Manchas brancas no peito, dedos e/ou ponta da cauda são permitidas. Cães preto e branco e cães marrons são julgados na mesma classe dos cães pretos nas exposições.

Curiosidades

A cor branco e preto é denominada de “landseer”, sendo que muitos acreditam que se trata de uma raça diferente, embora seja apenas uma variante do Terra Nova.

Terra NovaTerra NovaTerra Nova


Tags: Business Design Technology

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *