Springer Spaniel Inglês

Categoria 0 Comentários 13 Fevereiro, 2018

Classificação F.C.I.

Grupo 8 – Retrievers, Levantadores e Cães D’Água

Seção 2 – Levantadores. Sujeito à prova de trabalho para Campeonato Internacional

País de Origem: Grã-Bretanha

Nome da Raça em seu país de origem: English Springer Spaniel

História da Raça

Raça de origens puras e remotas, sendo considerada a mais antiga das raças de cães de aponte a tiro. O Springer Spaniel Inglês, assim como o Cocker Spaniel Inglês, descende diretamente dos antigos Spaniels Britânicos.

Seu propósito original foi encontrar e levantar a presa que então era caçada com rede, falcões ou com cães Greyhounds. Atualmente é utilizada para localizar, levantar e trazer à mão do caçador a caça abatida à tiro.

Interessante observar que, no século 17, o Cocker Spaniel Inglês e o Springer Spaniel Inglês eram considerados a mesma raça, diferindo apenas no tamanho, sendo que essa classificação durou até 1870, quando ambos foram separados e considerados raças distintas, muito embora o English Kennel Club tenha reconhecido o Springer Spaniel como raça apenas em 1902, e o American Kennel Club, em 1910.

Em 1880 foi fundado o American Spaniel Club, que tinha como função separar os cães pelo tamanho. Qualquer exemplar que pesasse acima de 28 libras (12,7 kg) era classificado automaticamente como Springer Spaniel Inglês.

Apesar de muitos possuírem esses cães nos Estados Unidos como cães de caça, apenas por volta do ano de 1924, com a criação de uma associação (a English Springer Spaniel Field Trial Association) para realizar provas, é que a raça ganhou notoriedade.

As associações igualmente passaram a promover provas de campo anualmente, sendo que isso provou o quanto esses cães eram bons em caçadas com armas.

Aptidão / Temperamento

O Springer Spaniel é um cão alegre, afetuoso, companheiro e sempre pronto para obedecer e agradar todas as pessoas da família. São bastante alegres e ativos, sendo, por isso, excelentes companheiros das crianças.

Embora sejam obedientes, o seu lado “spaniel” costuma aflorar quando estão soltos em um grande quintal ou em um parque público, momento em que desejam explorar o ambiente, podendo, nesses casos, não obedecer às ordens dos donos e saírem em disparada atrás de tudo que os chama a atenção.

Expectativa de Vida: de 12 a 14 anos.

Springer Spaniel InglesSpringer Spaniel Ingles

Cuidados Específicos / Doenças mais Comuns

Springer Spaniel Ingles

O Springer Spaniel Inglês é um cão que, devido ao seu histórico de caça ao lado de humanos, possui bastante energia e precisa de atenção das pessoas. Assim, a disponibilidade para passeios diários é algo que deve se levar em conta antes de adquirir um exemplar da raça, que aprecia brincadeiras por horas sem se cansar. Cães da raça que não se exercitam regularmente podem se torna tristes, destruidores de objetos e “cavadores” de buracos nos jardins.

A necessidade de escovação deve ser semanal, para manter a pelagem brilhante, retirar os pelos mortos e prevenir que se façam nós. Banhos devem ser ministrados apenas quando necessário.

Assim como qualquer cão, o Springer Spaniel Inglês deve ter suas unhas cortadas regularmente (caso o cão viva em ambiente que não permita o “desgaste” natural das mesmas), limpeza de ouvidos, para evitar acúmulo excessivo de cera, e escovação dos dentes regulares, com produtos apropriados para cães.

A raça, bastante forte e saudável, pode ter predisposição a Atrofia Progressiva da Retina e displasia de quadril e cotovelo.

Características Físicas

De acordo com a CBKC, o Springer Spaniel Inglês é um cão de tamanho médio, possuindo as seguintes principais características:

Springer Spaniel Ingles

  • Tamanho: A altura na cernelha equivale a 51 cm para ambos os sexos.
  • Peso: Machos: 23 kg. Fêmeas: 18 kg.
  • Crânio: De comprimento médio, relativamente largo, ligeiramente arredondado, elevando-se a partir da face, de maneira a formar arcadas superciliares ou stop, com sulco mediano passando entre os olhos, o qual diminui progressivamente até o occipital, que não deve ser proeminente.
  • Trufa: Narinas bem desenvolvidas.
  • Maxilares/Dentes: Maxilares fortes, com uma perfeita, regular e completa mordedura em tesoura.
  • Olhos: De tamanho médio, de forma amendoada, nem proeminentes nem profundos, bem inseridos (não mostrando a 3ª pálpebra). De cor castanho escuro. Olhos claros são indesejáveis.
  • Orelhas: Lobulares, de bom comprimento e largura, razoavelmente próximas à cabeça, inseridas na altura da linha dos olhos. Bem franjadas.
  • Cauda: Anteriormente era costume o corte da cauda (sendo que no Brasil tal fato é proibido).
  • Cortada: De inserção baixa, jamais portada acima do nível do dorso. Bem franjada com movimento vivaz.
  • Não Cortada: De inserção baixa, jamais portada acima do nível do dorso. Bem franjada com movimento vivaz. Em equilíbrio com o restante do cão.
  • Pelo: Assentado, reto, resistente às intempéries, nunca grosseiro. Franjas moderadas nas orelhas, anteriores, corpo e posteriores.
  • Cor: Fígado e branco, preto e branco, ou ainda, qualquer destas duas combinações de cores, com marcações em castanho (tricolores).

Curiosidades

O Springer Spaniel Inglês, assim como o Cocker, por possuir orelhas longas, pode, involuntariamente, colocar a mesma dentro das tigelas de ração e água, o que pode causar o aparecimento de fungos e outras doenças pela umidade e restos de alimentos depositada no local.

Portanto, essencial que se coloque os pratinhos de comida e água do cão em uma altura que permita o mesmo comer de forma relaxada, até para evitar problemas na sua coluna (lembrando que todo cão deve se alimentar com tigelas na altura adequada para o seu porte).


Tags: Business Design Technology

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *