Shiba

Categoria 0 Comentários 16 Fevereiro, 2018

Classificação F.C.I.

Grupo 5 – Spitz e cães do tipo primitivo

Seção 5 – Spitz Asiáticos e raças assemelhadas. Sem prova de trabalho

País de Origem: Japão

Nome da Raça em seu país de origem: Shiba

História da Raça

O Shiba é uma raça bastante antiga do Japão – provavelmente a mais antiga de todas. O termo “shiba” significa algo pequeno, o que, tomando por base o cão, significava um “cão pequeno”.

Vivia na região montanhosa do Japão, em frente ao mar, sendo utilizado como cão de caça de pássaros e outros pequenos animais locais. Existiam variedades físicas um pouco distintas conforme a região em que ele era criado.

Entre os anos de 1868 a 1912, houve importação, da Inglaterra, de diversos exemplares de cães das raças Setter Inglês e Pointer Inglês, o que fez com que o esporte de caça se tornasse muito popular.

Assim, ocorreu a inevitável miscigenação destes cães estrangeiros com os Shibas locais, tornando-se tarefa quase impossível encontrar um exemplar totalmente puro na época.

Caçadores e outras pessoas nativas começaram a se preocupar com o possível fim da raça diante destas miscigenações, o que motivou que os mesmos, a partir de 1928, começassem uma seleção criteriosa de exemplares, para se resgatar o tipo original da raça.

O resultado foi positivo, sendo que em 1934 ocorreu a unificação do padrão da raça, tendo sido declarada como um “Monumento Natural” no Japão no ano de 1937.

A raça, como várias outras, quase foi extinta durante a Segunda Guerra Mundial, tendo sofrido bastante também com a cinomose, por volta da década de 1950.

Os exemplares remanescentes pertenciam a três linhagens de sangue: “San in Shiba”, “Mino in Shiba” e “Shin Shu Shiba”, que era a variedade mais popular.

Entretanto, a raça sobreviveu com a mistura dessas linhagens entre si (apresentando ainda alguma variação física), sendo que o Shiba foi oficialmente reconhecido pelo American Kennel Club no ano de 1992.

Aptidão / Temperamento

Shiba

O Shiba é um cão muito inteligente, possuindo temperamento discreto, calmo, sereno, fiel e extremamente leal para o seu dono.

Dificilmente late (a ponto de alguns vizinhos até estranharem quando descobrem que a casa ao lado possui um cachorro), só dando o alarme para um perigo real.

São tranquilos e afetuosos, o que os torna cães excelentes para se ter em apartamento, eis que também são animais independentes e que suportam bem ficar um bom tempo sozinhos.

Reservado, o Shiba costuma ser desconfiado com desconhecidos, não sendo o tipo de cão que fará “festa” para os convidados do seu dono.

Pode ser considerado como um cão um pouco “teimoso” e que pode desenvolver o senso de liderança do local, motivo pelo qual a raça requer pulso firme desde cedo, para que aprenda limites e não se torne desobediente.

Expectativa de vida: De 12 a 15 anos

Cuidados Específicos / Doenças mais Comuns

Shiba

O Shiba, embora seja um animal tranquilo, possui grande energia, necessitando, consequentemente, de atividades físicas intensas, seja com passeios na rua, seja brincando no quintal de casa. O ideal é sempre alternar a rotina do animal, eis que cães adoram passear na rua.

Ainda possuem forte instinto de caça guardados em si, motivo pelo qual deve-se tomar cuidado com outros animais de estimação dentro de casa, principalmente se forem pequenos, como hamsters e furões, pois o Shiba automaticamente poderá identificá-los como uma presa a ser caçada.

Esse lado aventureiro é liberado quando ele está em grandes parques, motivo pelo qual não se recomenda deixá-lo solto, sem coleira, pois a chance de o cão disparar e não obedecer ordens é muito grande.

Portanto, o filhote deve aprender desde novo a receber ordens, para que não se torne um cão desafiador para o seu dono quando virar adulto.

Necessita de escovação semanal para manter o pelo em ordem, sendo que banhos devem ser ministrados apenas quando necessário, eis que a raça é muita limpa, a ponto de lamber as patas como os gatos!

Assim como qualquer cão, o Shiba deve ter suas unhas cortadas regularmente (caso o cão viva em ambiente que não permita o “desgaste” natural das mesmas), limpeza de ouvidos, para evitar acúmulo excessivo de cera, e escovação regular dos dentes, com produtos apropriados para cães.

O Shiba é um cão muito rústico, apresentando, em geral, boa saúde. Entretanto, a raça pode sofrer de displasia do quadril, luxação da patela e doenças oculares.

Características Físicas

O Shiba é um cão de tamanho médio, possuindo as seguintes principais características físicas:

Shiba

  • Tamanho: A altura equivale a 40 cm para cães machos e é de 37 cm para as fêmeas, havendo tolerância de 1,5 cm para mais ou para menos em ambos os casos, desde que seja um animal com proporções corretas.
  • Peso: Machos: 8 a 10 kg. Fêmeas: 7 a 9 kg.
  • Trufa: Preta.
  • Maxilares/Dentes: Mordedura em tesoura.
  • Olhos: Pequenos, triangulares, na cor marrom escuro. São levemente levantados na sua ponta externa, dando um ar característico de cão japonês.
  • Orelhas: Pequenas, triangulares, eretas e inclinadas para frente.
  • Cauda: Grossa e enrolada ou curvada por cima do dorso.
  • Pelo: Áspero e reto, possuindo subpelo macio e denso. O pelo da cauda é levemente mais longo que o do resto do corpo.
  • Cor: Vermelho, preto e castanho (o chamado “black and tan”), sésamo (mistura equivalente de pelos brancos e pretos), preto sésamo (mais pelos pretos do que brancos) e vermelho sésamo (vermelho com pelos pretos).
    • Importante que todas as cores devem ter o chamado “Urajiro”, que consiste em possuir pelos brancos nas laterais do focinho e nas bochechas, abaixo da boca (na região da garganta), no peito e na barriga, na parte inferior da cauda e na parte interna de todas as pernas .

Curiosidades

Shiba

O Akita (outra raça japonesa bastante conhecida – provavelmente mais conhecida aqui do que o Shiba) mais famoso de todos os tempos foi “Hachiko”, que ficou conhecido por aguardar por muitos anos, em uma estação de trem, o retorno de seu dono que havia falecido.

Hachiko inspirou o filme japonês “Hachiko Monogotari” (1987) e o remake americano “Sempre ao seu lado (2009)” – “Hachi: A Dog’s Tale”, em inglês, com o ator Richard Gere.

Ele foi homenageado em sua terra natal, ainda em vida, com uma estátua de bronze e honrarias.

Após sua morte em 1935, foi empalhado e continua sendo exposto no Museu Nacional de Ciência do Japão.

Curioso é que, no filme “Sempre ao seu lado”, na fase de filhote do cão não foi utilizado um exemplar da raça Akita, mas sim, da raça Shiba, que é muito parecido com o Akita, assemelhando-se, em realidade, a sua “miniatura” (como ocorre com o Collie e o Pastor de Shetland, por exemplo).

Tal fato ocorreu porque, parecendo miniaturas de Akita, os diretores puderam pegar Shibas mais adultos, e, consequentemente, adestrados para realizar o que desejavam nas cenas.


Tags: Business Design Technology

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *