Pinscher Miniatura

Categoria 0 Comentários 18 Fevereiro, 2018

Classificação F.C.I.
Grupo 3 – Terriers
Seção 2 – Terriers de Pequeno Porte. Sem prova de trabalho
País de Origem: Alemanha
Nome da Raça em seu país de origem: Zwergpinscher

História da Raça

Comumente associamos o Pinscher como sendo a versão miniatura do Dobermann, eis que realmente as raças se assemelham bastante (excetuando-se o fato de que o Pinscher possui orelhas naturalmente eretas, enquanto que no Doberman tal efeito só era conseguido mediante cirurgias, as quais são proibidas no Brasil).

Entretanto, a história nos revela que o Pinscher é pelo menos 200 anos mais antigo do que o Dobermann.

A origem do Pinscher é incerta, mas acredita-se que ele descenda do Pinscher Alemão (um terrier), do Dachshund e do Greyhound italiano, sendo que podemos notar até hoje a presença das características destas raças em seu comportamento e em sua morfologia, como a elegância, a coloração, a vivacidade e a valentia.

Embora de origem alemã, estes cães foram muito populares nos países escandinavos, sendo desenvolvido em outras partes do mundo a partir de 1895, quando foi criado o Pinscher Clube Alemão.

O Pinscher Miniatura ou Anão, como também é chamado, já foi conhecido como “Reh Pinscher”, por se parecer com um pequeno veado (“reh”) bastante comum nas florestas da localidade em que era criado.

O reconhecimento pelo American Kennel Club ocorreu no ano de 1929, sendo que até o ano de 1972 eles eram chamados de “Pinscher Toy”, momento em que foram rebatizados para o nome atual.

A raça figura como uma das mais populares nos EUA, embora tenha declinado um pouco no ranking de preferências, fazendo muito sucesso no Brasil também.

Aptidão / Temperamento

Pinscher Miniatura

Não se engane com o tamanho pequenino da raça: o Pinscher é um excelente cão de guarda, com audição extremamente aguçada, sempre pronto para dar o alerta para qualquer barulho ou pessoas suspeitas, e disposto a encarar adversários muito maiores do que ele.

São cães ágeis, ativos, energéticos e incansáveis. As pessoas tendem a associar automaticamente cães pequenos com animais tranquilos e com baixa atividade. Este definitivamente não é o caso do Pinscher.

Podem desenvolver uma certa teimosia, o que, aliado a sua curiosidade natural, faz com que muitas vezes o cão não obedeça seu dono e vá atrás das coisas que o interessam.

Portanto, necessário que adestramento básico de obediência seja feita desde a mais tenra idade, e que sejam evitados lugares abertos, eis que o cão pode tentar explorar o ambiente e até sofrer um acidente pelo seu porte diminuto.

Expectativa de Vida: De 12 a 16 anos

Cuidados Específicos / Doenças mais Comuns

Pinscher Miniatura

Por ter porte pequeno, podem ser facilmente criados em apartamentos, desde que o seu dono os leve para passear e fazer atividades de forma habitual, pois a raça é bastante ativa.

Entretanto, como tem a tendência de latir para qualquer barulho, a raça pode ser um problema para quem mora em apartamento, motivo pelo qual a educação do cão é algo primordial nesta raça.

Como são cães que não possuem noção do seu tamanho, eles podem ser valentes em excesso, o que faz necessário se ter cuidado ao apresentá-lo para outros cães e animais maiores.

Por serem pequenos e “magros”, a sua tolerância ao frio é bastante baixa, precisando, desse modo, de roupinhas para aquecê-los no inverno e de um local apropriado para dormirem (de preferência, no interior da casa).

Possuindo pelo bem curto, basta uma escovação semanal para mantê-los em ordem, sendo que banhos podem ser dados quando necessários, apenas.

Assim como qualquer cão, o Pinscher deve ter suas unhas cortadas regularmente (caso o cão viva em ambiente que não permita o “desgaste” natural das mesmas), limpeza de ouvidos, para evitar acúmulo excessivo de cera, e escovação regular dos dentes, com produtos apropriados para cães.

Como cães de pequeno porte em geral, a raça está sujeita a desenvolver luxação da patela, problemas dentários, Doença de Legg-Perthes e atrofia progressiva da retina.

Características Físicas

Pinscher Miniatura

O Pinscher Miniatura é um cão de tamanho pequeno, possuindo as seguintes principais características físicas:

  • Tamanho: De 25 a 30 cm para ambos os sexos.
  • Peso: De 4 a 6 kg para ambos os sexos.
  • Crânio: Forte e alongado. Cabeça sem rugas.
  • Trufa: Preta.
  • Mordedura: Em tesoura, forte, com 42 dentes.
  • Olhos: Ovais e escuros, com pálpebras pretas.
  • Orelhas: Altas, eretas.
  • Cauda: Em forma de sabre ou foice.
  • Pelo: Curto, liso e brilhante.
  • Cor: Castanho ao avermelhado e preto e marrom (o chamado “black and tan”).

Tags: Business Design Technology

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *