Norwich Terrier

Categoria 0 Comentários 15 Fevereiro, 2018

Classificação F.C.I.

Grupo 3 – Terriers

Seção 2 – Terriers de Pequeno Porte. Sem prova de trabalho

País de Origem: Grã-Bretanha

Nome da Raça em seu país de origem: Norwich Terrier

História da Raça

Impossível falar sobre o Norwich Terrier sem citar o Norfolk Terrier, já que ambos, durante muito tempo, foram considerados a mesma raça. Tais raças surgiram no século passado nos distritos de Cambridge e de Norwich, condado de Norfolk.

Acredita-se que os ancestrais deste pequeno cão tenha sido uma variedade de raças bastante diferentes entre si, dentre elas o tipo antigo do Bedlington Terrier, Staffordshire Bull Terrier, Dandie Dinmont Terrier e outros terriers locais de cor avermelhada, os quais lhes forneceram o gene para tal coloração.

O foco de tais cruzamentos era obter um cão dinâmico, que fosse capaz de desempenhar diversas tarefas, especialmente caçar pequenos animais que invadiam as fazendas, como raposas, texugos e ratos.

Para isso, os cães precisavam ser tenazes, combatentes, com constituição física robusta (mas com tamanho diminuto) e com pelagem bem grossa, para proteger o corpo.

A raça foi oficialmente reconhecida no “The Kennel Club Breed Registrer” no ano de 1932, pelo nome de Norwich Terrier.

Entretanto, somente a partir de 1950 é que os Norwichs e os Norfolks começaram a se distinguir pelas suas orelhas: os proprietários que preferiam os cães com orelhas pequenas e eretas começaram a selecionar tal padrão genético e deram continuidade ao Norwich. De outro lado, os que preferiam animais com orelhas caídas fizeram a seleção destes cães, obtendo-se, assim, o Norfolk.

As raças foram separadas apenas em 1964, sendo que o Norfolk Terrier obteve reconhecimento do American Kennel Club no ano de 1936.

Aptidão / Temperamento

Norwich Terrier

O Norwich, assim como a maioria dos Terriers, são cães alegres e com aparência vivaz, demonstrando entusiasmo em seu olhar e sempre prontos para uma brincadeira.

Trata-se de um cão muito vivaz, com bastante energia. Ao contrário de cães pequenos, eles não se cansam fácil, motivo pelo a raça se dá muito bem com crianças, com as quais compartilha toda a sua vitalidade em brincadeiras.

Expectativa de Vida: De 12 a 15 anos

Cuidados Específicos / Doenças mais Comuns

Norwich Terrier

Por ter porte pequeno e não latir em excesso, ao contrário de outros terriers, podem ser facilmente criados em apartamentos, desde que o seu dono os leve para passear e fazer atividades de forma habitual, eis que a raça é bastante ativa.

Os Norwichs têm verdadeira adoração por espaços livres, onde correm alegres e felizes.

Eles também gostam de imitar os gatos e saltam por todos os lugares! Portanto, importante ficar atento com lugares altos em que o cão possa se machucar ao tentar pular, principalmente se ainda for um filhote.

Embora nos dias de hoje praticamente não sejam mais utilizados para a função de caça, o instinto permanece nos exemplares, motivo pelo qual os proprietários devem ficar atentos com a introdução de outros animais de estimação dentro da casa, principalmente com pequenos hamsters, por exemplo.

Possuindo pelo rústico, basta uma escovação semanal para mantê-los em ordem, sendo que raramente necessitam de banhos. A tosa da raça é feita de uma maneira especial, chamada “stripping” e que deve ser feita por um profissional treinado.

Assim como qualquer cão, o Norwich deve ter suas unhas cortadas regularmente (caso o cão viva em ambiente que não permita o “desgaste” natural das mesmas), limpeza de ouvidos, para evitar acúmulo excessivo de cera, e escovação regular dos dentes, com produtos apropriados para cães.

Como cães de pequeno porte em geral, a raça está sujeita a desenvolver luxação da patela, problemas cardíacos e displasia de quadril.

Características Físicas

O Norwich Terrier é um cão de tamanho pequeno, possuindo as seguintes principais características físicas:

Norwich Terrier

  • Tamanho: 25 cm para ambos os sexos.
  • Peso: De 4,5 a 5,5 kg para ambos os sexos.
  • Crânio: Largo e arredondado.
  • Mordedura: Em tesoura.
  • Olhos: Pequenos, ovais e escuros.
  • Orelhas: De tamanho médio, eretas e bem separadas na cabeça. Podem ficar voltadas para trás quando o cão está relaxado.
  • Cauda: De tamanho moderado, mais espessa na raiz.
  • Pelo: Duro (o chamado “pelo de arame”), assentado ao corpo. Na cabeça e nas orelhas o pelo é curto e liso, excetuando-se o bigode e as sobrancelhas.
  • Cor: São aceitos todos os tons de vermelho, trigo, preto e castanho ou grisalho. Manchas ou marcas brancas não são desejáveis, porém, são permitidas.

Tags: Business Design Technology

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *