Cão de Santo Humberto – Bloodhound

Categoria 0 Comentários 9 Março, 2018

Classificação F.C.I.

Grupo 6 – Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas

Seção 1.1 – Sabujos de Grande Porte. Sujeito à prova de trabalho para campeonato internacional

País de Origem: Bélgica

Nome da Raça em seu páis de origem: Chien de Saint-Hubert

História da Raça

O Cão de Santo Humberto, mais conhecido apenas como Bloodhound, é uma raça extremamente antiga, remontando séculos antes de Cristo.

A raça foi desenvolvida na região de Ardennes, pelos monges da Abadia de Saint Hubert. Tem descendência direta dos sabujos pretos, ou pretos e castanhos, que auxiliavam o monge Hubert, o qual, após ter sido canonizado, passou a ser considerado como o padroeiro dos caçadores.

Estes cães que formaram a raça se difundiram na região de Ardennes, pois no local existiam grandes animais que se escondiam nas florestas da região. Assim, os cães apresentavam construção forte e eram extremamente resistentes para perseguirem grandes animais, como javalis, além de apresentarem excepcional faro.

Por volta do século XI, Guillaume, o Conquistador, importou estes cães para a Inglaterra, sendo que, na mesma época, cães do mesmo tipo e com pelagem inteiramente branca (chamados de “Talbot”), igualmente foram importados para a Inglaterra, onde a criação de ambas as variedades foi iniciada.

A criação destes cães de Saint Hubert teve como resultado outros cães que passaram a ser chamados de “Bloodhound” (“caçador de sangue”, em inglês), palavra esta que vem do termo “blooded hound”, que significa um caçador (“hound”) de puro sangue, ou seja, de raça pura.

O faro apuradíssimo fez com que o Bloddhound fosse utilizado nos Estados Unidos, principalmente na região sul, para a procura de escravos fugitivos.

A raça foi reconhecida pela FCI em 1960, e, pelo American Kennel Club, em 1885.

Cão de Santo Humberto - Bloodhound

Aptidão / Temperamento

Cão de Santo Humberto - Bloodhound

O Bloodhound é um dos melhores cães farejadores do mundo, sendo amplamente utilizado no mundo todo para esta função, inclusive como cão policial para descobrir pessoas desaparecidas e para farejar entorpecentes.

Embora seja um cão de trabalho nato, o Bloodhound é extremamente dócil e calmo, sendo um excelente companheiro das pessoas da casa. A sua aparência “bonachona” faz crer que ele seja um animal extremamente pacato, mas tal fato não reflete a realidade. A raça é muito forte e foi criada desde o início para perseguir presas por quilômetros a fio sem parar para descansar, o que significa que são cães que possuem muita energia.

Costumam ser um pouco reservados com estranhos, mas não são cães de guarda e não irão atacar uma pessoa desconhecida, podendo, no máximo, caso tenha o seu território invadido, tentar acuá-la, que é exatamente o que a raça fazia nas caçadas com as presas.

São um pouco teimosos também, devendo o seu dono ter paciência com o adestramento, que deve ser realizado desde cedo.

Expectativa de Vida: De 7 a 9 anos

Cuidados Específicos / Doenças mais Comuns

Cão de Santo Humberto - Bloodhound

O Bloddhound é uma das raças de cães mais gentis que existem. Acostumados a viver em bandos e em grandes lugares, eles apreciam a companhia das pessoas da família e de outros cães também, motivo pelo qual preferem a vida ao ar livre e em grandes lugares, não sendo, portanto, recomendados para viverem em locais pequenos e apertados, como um apartamento.

A sua curiosidade natural e o seu faro apuradíssimo o podem colocar em enrascadas, eis que, caso desejem “perseguir” um cheiro, o farão sem pensar duas vezes. Como consequência, os passeios em parques e outros lugares abertos, embora sejam muito apreciados pelos cães, devem ser realizados sempre com o cão preso em uma coleira.

Possuindo pelo relativamente curto, basta uma escovação semanal para mantê-los em ordem, sendo que banhos podem ser dados quando necessários, apenas.

Como são cães que possuem bastante rugas na face, as mesmas devem ser limpas frequentemente, independentemente de ser dado um banho “completo” ou não no cão.

Assim como qualquer cão, o Bloodhound deve ter suas unhas cortadas regularmente (caso o cão viva em ambiente que não permita o “desgaste” natural das mesmas), limpeza de ouvidos, para evitar acúmulo excessivo de cera, e escovação regular dos dentes, com produtos apropriados para cães.

São animais bastante rústicos, mas a raça pode ter disposição para o desenvolvimento de displasia de quadril e cotovelos, dermatites, otites e torção gástrica.

Características Físicas

O Bloodhound é um cão de tamanho grande, possuindo as seguintes principais características físicas:

  • Tamanho: Machos: 68 cm. Fêmeas: 62 cm.
  • Peso: Machos: de 46 a 54 kg cm. Fêmeas: 40 a 48 kg.
  • Crânio: Alongado. Estreito nas laterais. Cabeça com rugas e dobras.
  • Trufa: Preta ou marrom.
  • Mordedura: Em tesoura, sendo tolerada a mordedura em torquês.
  • Olhos: Ovais e de tamanho médio, na cor marrom escuro ou avelã.
  • Orelhas: Finas, delicadas e bastante longas.
  • Cauda: Longa, forte, em forma de sabre.
  • Pelo: Curto, denso e duro. Na parte da cabeça o pelo é mais suave.
  • Cor: Existem três variedades: bicolor de preto e fogo; bicolor de fígado e fogo, e o unicolor vermelho.

Curiosidades

O Bloodhound, assim como o Cocker Spaniel Inglês, por possuir orelhas longas, pode, involuntariamente, colocar a mesma dentro das tigelas de ração e água, o que pode causar o aparecimento de fungos, infecções e outras doenças pela umidade e restos de alimentos depositados no local.

Portanto, essencial que se coloque os pratinhos de comida e água do cão em uma altura que permita o mesmo comer de forma relaxada, até para evitar problemas na sua coluna (lembrando que todo cão deve se alimentar com tigelas na altura adequada para o seu porte).

São cães que têm ainda a tendência de mastigar objetos “exóticos”, como aparelhos de controle remoto, por exemplo, motivo pelo qual deve haver vigilância redobrada nesse sentido, caso o animal fique dentro de casa na maior parte do tempo.

Cão de Santo Humberto - Bloodhound


Tags: Business Design Technology

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *