Cairn Terrier

Categoria 0 Comentários 10 Fevereiro, 2018

Classificação F.C.I.
Grupo 3 – Terriers
Seção 2 – Terriers de Pequeno Porte. Sem prova de trabalho
País de Origem: Grã-Bretanha
Nome da Raça em seus país de origem: Cairn Terrier

História da Raça

O Cairn Terrier é considerado a raça escocesa mais antiga que se conhece, pois já existia desde o reinado da rainha Mary Stuart, no século 16.

O nome vem do Celta, e significa um tipo de fenda rochosa existente na região, onde esses corajosos cães eram usados na tarefa de perseguir e desentocar raposas, marmotas e outros animais nas próprias tocas.

Não se sabe ao certo os cães que originaram a raça, mas desconfia-se que a mesma tenha ajudado no surgimento de diversas outras, como o West Highland White Terrier.

A raça só passou a ser conhecida pelo seu nome atual após 1909. Antes disso era chamada de Skye Terrier de pelo curto.

Em 1913 chegou aos Estados Unidos e Canadá, locais onde é criado em larga escala atualmente, sendo o terrier mais popular na Inglaterra, embora seja pouco conhecido no nosso país.

Aptidão / Temperamento

Não se engane pelo tamanho diminuto: o Cairn Terrier é um cão ativo, destemido, corajoso e alegre, sempre apto para brincadeiras, sendo ainda um excelente nadador.

Os filhotes são ainda mais ativos do que os adultos, devendo aprender desde cedo limites, para que não latam em excesso e não se torne um incômodo para os vizinhos, especialmente para quem vive em apartamento.

Mas mesmo assim, são considerados os Terriers mais apegados aos seus donoso, daí um dos grandes fatores de sua alta popularidade como animal de companhia.

Expectativa de Vida: Por volta de 14 anos.

Cuidados Específicos / Doenças mais Comuns

Cairn Terrier

É uma raça rústica, não necessitando de maiores cuidados, apenas escovação na média de uma vez na semana, com banhos apenas quando necessários.

A raça pode sofrer de Osteopatia crânio-mandibular, criptorquidia e hipotireoidismo.

Características Físicas

De acordo com a CBKC, o Cairn Terrier é um cão de tamanho pequeno.

  • Tamanho: A altura na cernelha equivale a 28 a 31 cm.
  • Peso: Proporcional ao tamanho e a estrutura, sendo que o ideal é de 6 a 7,5 kg.
  • Trufa: Preta.
  • Maxilares/Dentes: Dentes largos. Maxilares fortes, mas não longos ou pesados, com uma perfeita, regular e completa mordedura em tesoura.
  • Olhos: Bem separados, de tamanho médio, avelã escuros. Ligeiramente profundos com sobrancelhas cobertas de pelos.
  • Orelhas: Pequenas, pontudas, bem portadas e eretas, inseridas não muito próximas, nem muito peludas.
  • Cauda: Curta, balanceada, bem guarnecida de pelos, sem ser franjada. Inserção mediana e portada alegremente, mas sem curvar-se sobre o dorso.
  • Pelo: Muito importante. Resistente às intempéries. Pelagem de cobertura dupla com pelos abundantes, ásperos, mas não grosseiros; subpelo curto, macio e fechado. Pelagem aberta indesejável. Ligeira ondulação é permitida..
  • Cor: Creme, trigo, vermelho, cinza ou quase preto. O tigrado (brindle) é permitido em todas estas cores. Porém não é permitido o preto sólido, ou branco, ou preto e castanho (black and tan). São típicas, as partes escuras nas orelhas e no focinho.

Curiosidades

O aumento de popularidade do Cairn Terrier fora da Europa deveu-se, em grande parte, à sua participação no filme “O mágico de Oz”, em que Totó, o cachorrinho da protagonista, foi representado por um Cairn Terrier (que era, na verdade, uma fêmea).

Cairn Terrier


Tags: Business Design Technology

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *