Airedale Terrier

Categoria 0 Comentários 22 Fevereiro, 2018

Classificação F.C.I.

Grupo 3 – Terriers

Seção 1 – Terriers de Grande e Médio portes. Prova de trabalho opcional

País de Origem: Grã-Bretanha

Nome da Raça em seu país de origem: Airedale Terrier

História da Raça

O Airedale Terrier é conhecido por ser o maior dos Terriers, sendo considerado como o “rei” deste grupo.

A raça surgiu na Grã-Bretanha, por volta do ano de 1800, no condado de Yorkshire, tendo como ancestral mais direto o antigo Terrier Inglês preto e castanho e o Otterhound.

Posteriormente acredita-se que o Bull Terrier tenha sido introduzido na sua formação, sendo tal hipótese bastante plausível se observamos que o Airedale, assim como o Bull Terrier, possui cabeça praticamente com ausência de “stop”, ou seja, com focinho “reto”, sem curvatura.

Eram utilizados na época para caçar animais na beira do rio Aire, como pequenos ratos e até raposas. Os caçadores utilizavam ferrets (furões), para que os mesmos invadissem as tocas dos ratos e os expulsassem de lá, momento em que eram perseguidos pelos cães nas margens do rio.

A raça foi inicialmente chamada de “Working Terrier” ou “Waterside Terrier”. Alguns consideravam chamá-lo como “Bingley Terrier”, mas, como não havia certeza de que os cães tenham se desenvolvido nesta região, alguns criadores refutaram esta proposta.

A teoria mais aceita é a de que seu nome tenha surgido devido à exposição de Airedale, onde muitos terriers que viviam nas margens de rios como o Wharfe, Calder e Aire foram exibidos nesta oportunidade, com diversas participações.

Desse modo, o nome “Airedale Terrier” foi fixado no ano de 1879, sendo que o seu reconhecimento se deu, perante o Kennel Club Inglês em 1886, e, pelo American Kennel Club, no ano de 1888.

Aptidão / Temperamento

Airedale Terrier

O Airedale é um cão muito inteligente, com grande disposição para o trabalho, sendo, por tal motivo, corajoso, atento e muito fiel ao seu dono. Costumam ser um pouco desconfiados com estranhos, motivo pelo qual não irão fazer “festa” para os amigos da família.

Podem desenvolver uma certa teimosia, o que, aliado a sua curiosidade natural, faz com que muitas vezes o cão não obedeça seu dono e vá atrás das coisas que o interessam.

Portanto, necessário que adestramento básico de obediência seja feita desde a mais tenra idade, e que sejam evitados lugares abertos, eis que o cão pode tentar explorar o ambiente.

Também podem desenvolver senso de dominância, o que pode ocasionar brigas com outros cães para disputa de território.

Expectativa de Vida: De 11 a 14 anos

Cuidados Específicos / Doenças mais Comuns

São cães bastante ativos e requerem atividade física intensa, motivo pelo qual são recomendados para pessoas que possuem tempo para se exercitarem com o animal e que possam criá-los em ambientes maiores, como casas com quintal.

Os pelos necessitam de escovação semanal na média de duas vezes. A tosa pode ser feita a cada três ou quatro meses, sendo que banhos devem ser ministrados apenas quando necessário, eis que o pelo duro pode amaciar com banhos excessivos.

Assim como qualquer cão, o Airedale deve ter suas unhas cortadas regularmente (caso o cão viva em ambiente que não permita o “desgaste” natural das mesmas), limpeza de ouvidos, para evitar acúmulo excessivo de cera, e escovação regular dos dentes, com produtos apropriados para cães.

A raça é bastante rústica, mas pode sofrer de displasia do quadril.

Airedale Terrier

Características Físicas

O Airedale Terrier é um cão de tamanho médio, possuindo as seguintes principais características físicas:

Airedale Terrier

  • Tamanho: De 58 a 61 cm para machos e de 56 a 59 cm para fêmeas.
  • Peso: De 22 a 32 kg para ambos os sexos.
  • Crânio: Longo, estreito e plano, com stop apenas visível.
  • Trufa: Preta.
  • Mordedura: Em tesoura, sendo aceitável mordedura em torquês.
  • Olhos: Escuros e pequenos, denotando inteligência.
  • Orelhas: Pequenas, em formato de “V”, alocadas lateralmente.
  • Cauda: Forte, portada de forma alta.
  • Pelo: Não muito longo. Duro, denso e de arame.
  • Cor: Preta, na sela, no pescoço e na parte superior da cauda, e castanho nas demais partes.

Curiosidades

O coronel britânico, Senhor Edwin Hautenville Richardson, treinou Airedales para serem usados na Primeira Guerra Mundial. Os cães inclusive foram treinados para usar máscaras de gás para atravessar os campos de batalha.

Nesta época, um cão da raça chamado como “Jack” atravessou o campo de batalha para entregar uma mensagem para a sede britânica, com o objetivo de convocar reforços para o batalhão. Durante a travessia o cão teve uma perna e a sua mandíbula quebradas, mas, mesmo ferido, conseguiu entregar a mensagem. Pela sua bravura, o animal foi condecorado com a Cruz Victoria.

Como possui excelente fato, a raça foi utilizada na África, Índia e Canadá para a função de rastreamento de coisas e pessoas.

Em épocas de guerra os cães da raça auxiliam a Cruz Vermelha e já foram utilizados como cães de polícia na Rússia e Grã-Bretanha.

Embora possua muita fama como cão de serviço, a sua popularidade não esteve tão em alta como animal de estimação. Contudo, o filme “101 Dálmatas” fez tal fato se reverter, eis que um cão da raça Airedale foi utilizado em referida produção, ganhando bastante destaque por sua inteligência e capacidade.


Tags: Business Design Technology

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *